fertilizante ureia

5 dicas de como utilizar fertilizante ureia no solo

O fertilizante ureia, assim como outros adubos, é de fundamental importância no meio rural. Afinal, ele aumenta a quantidade de nutrientes no solo e ajuda muito na produtividade das culturas.

Neste artigo, falaremos sobre as principais características da ureia agrícola e ensinaremos a aplicá-la no solo. Além disso, vamos mostrar as suas vantagens e os cuidados que devem ser tomados na hora de manipular o produto. Acompanhe conosco!

O que é ureia?

Antes de tudo, nada melhor do que entender o que é a ureia. Trata-se de um fertilizante sólido que é bastante utilizado para realizar a adubação de um grande número de plantas. Ela se apresenta na forma de grânulos brancos e conta, em sua composição, com mais de 40% de nitrogênio — o valor varia entre 44 e 46%.

Para entender melhor essa informação, basta dizer que a ureia é o fertilizante sólido com a maior quantidade de nitrogênio. Ele é responsável por manter o crescimento e o desenvolvimento saudável de raízes, caules e folhas.

Quanto menos nitrogênio, menor será o vigor do que você plantar em seu solo. A consequência disso é que as folhas começam a amarelar, além da haver redução do crescimento, tanto da parte aérea quanto das raízes.

Além disso, a falta de nitrogênio influencia no tamanho dos frutos e na queda da produtividade do que foi plantado. Nesse contexto, a ureia é um excelente repositor desse elemento, garantindo vitalidade e desenvolvimento sustentável para as suas culturas.

Quais são as transformações químicas da ureia?

Embora o fertilizante ureia seja nitrogenado amídico (NH2)2, o seu nitrogênio necessita ser convertido em Nitrato (NO3-) para que seja absorvido pelas plantas. Isso ocorre com a ajuda de diferentes processos e transformações químicas no próprio solo, em que participam bactérias como nitrobacter, nitrosococcus e nitrosomonas — contando com a enzima urease.

Além disso, água (H2O) e boa oxigenação colaboram nas reações químicas pelas quais a ureia passa. Nesse processo, há diferentes etapas e consequentes formações de compostos, como Carbonato de Amônio ((NH4)2CO3), Amônia (NH3), Amônio (NH4+), Nitrito (NO2-) para, enfim, chegarmos ao nitrato (NO3-).

Em quais culturas usar a ureia agrícola?

A ureia é utilizada em diversas culturas, como milho, aveia e feijão. Aliás, mesmo o feijoeiro tendo associação simbiótica com bactéria fixadora de nitrogênio, a quantidade obtida por esse meio nem sempre é suficiente para o desenvolvimento pleno da planta. Por isso, esse fertilizante é especial para muitas lavouras.

Segundo a Embrapa, a ureia também tem sido o principal fertilizante utilizado no trigo. Isso porque o seu custo é acessível em relação aos outros adubos nitrogenados disponíveis no mercado.

BB Conexão mercado Agro

Como utilizar a ureia no solo?

Como você viu em quais cultivos o fertilizante ureia é empregado, fica mais fácil entender a importância dele, bem como a sua versatilidade. Agora, mostraremos algumas orientações necessárias para a utilização direta no solo. Veja:

1. Realize a análise do solo

Antes de tudo, é muito importante contar com agrônomos especializados no tema para checar a fertilidade do solo. Apesar de ser eficiente em diferentes culturas, como milho, trigo e até mesmo na palma forrageira, a ureia precisa de uma análise preliminar para que tudo corra bem.

Uma dica muito importante é sempre cobrir o fertilizante. Nada de deixá-lo a sol aberto para que ele dissolva, uma vez que o produto é muito volátil.

2. Evite aplicá-la no solo molhado

Nunca, em hipótese alguma, aplique a ureia em um solo que já esteja molhado — após uma chuva, por exemplo. Isso porque aplicá-la nessas condições faz com que grande parte do fertilizante seja perdido.

Ao aplicá-la em solo molhado, a ureia acaba evaporando, já que ela reage com a água presente no solo ou no substrato. Caso não queira desperdiçar dinheiro e recursos (como o próprio nitrogênio contido no fertilizante), essa dica é de vital importância.

3. Maximize a eficiência do fertilizante

Para conseguir maximizar de fato a eficiência da ureia, uma boa ideia é adotar o parcelamento do fertilizante. Isso é ainda mais importante quando a área em que a ureia será aplicada é grande e requer uma alta dosagem.

Com o parcelamento, o produtor consegue reduzir efetivamente as perdas causadas pela volatilização e pela lixiviação. Essa técnica é especialmente útil nos períodos de chuvas e de calor, nos quais o fertilizante pode perder o efeito.

4. Preste atenção à profundidade

Segundo estudos da Embrapa, a ureia agrícola é um fertilizante que, após entrar em contato com o solo, sofre uma reação de hidrólise. Trata-se da liberação do gás amônia direto para a atmosfera.

Esse efeito faz com que a eficiência do fertilizante, sobre a qual falamos anteriormente, diminua em até 80%. Contudo, isso não significa que o desperdício seja inevitável: é possível contar com técnicas especiais de manejo.

Para evitar que ocorra a perda da amônia, uma medida importante é enterrar a ureia a uma profundidade de, no mínimo, cinco centímetros no solo.

Um erro comum é aplicar o fertilizante na superfície. Isso porque esse modelo de aplicação é diretamente responsável por uma perda significativa do nitrogênio contido na ureia. Portanto, para reduzir o desperdício, o produtor não pode deixar de observar a profundidade mínima.

5. Não descuide do manejo do solo

Por mais benéfica que seja a ureia para as suas culturas, ela não fará milagre se o manejo do solo for inadequado. Esse trabalho, somado à rotação de culturas, à aplicação de fertilizantes nas épocas adequadas e à orientação de agrônomos especializados em planejamento da adubação, é essencial para os bons resultados. Esses quesitos são tão importantes quanto a escolha de qualquer produto para aplicar no solo.

solos degradados

Quais cuidados tomar com o fertilizante ureia?

Se o fertilizante ureia for empregado depois da chuva, em condições de solo úmido, mas não chover de novo depois, ele é capaz de se converter em amônia. Dessa forma, evapora com a água.

Além disso, se entrar em contato com as folhas úmidas da planta, ele poderá se concentrar e causar queimaduras sérias e irreversíveis na planta. Aliás, também não aplique a ureia em quantidades muito exageradas durante o ciclo de plantio — desse modo, você reduz as possibilidades de queima das plantas.

Quais são as vantagens do seu uso?

Agora que mostramos as dicas de aplicação, falaremos sobre algumas vantagens específicas do uso da ureia agrícola.

Menores perdas

A ureia conta com mais de 40% de nitrogênio em sua composição. Já outros fertilizantes (podemos citar o sulfato de amônio, por exemplo) não passam dos 20%. O que isso significa, exatamente?

Caso uma saca de ureia perca cerca de metade da quantidade do composto, por cuidados inadequados, ainda assim a quantidade contida ali será maior do que nas aplicações de uma saca de sulfato de amônio.

Isso resulta em menos perdas para o produtor e na capacidade de gerir os recursos e os gastos de forma mais ampla.

Custos acessíveis e fácil aplicação

A alta quantidade de nitrogênio é muito importante, como vimos, mas soma-se a isso o baixo custo de produção e transporte da ureia, além da facilidade de aplicação. Como se não bastasse, ela ainda conta com uma alta solubilidade e a capacidade de se misturar com outras fontes de fertilizantes.

Revitalização das plantas

A ureia ainda é aplicável em plantas e árvores que geram frutos. Quando as folhas amarelam e caem, os frutos também sofrem um baque, impactando diretamente a produtividade da fazenda.

Além do mais, isso pode afetar a qualidade geral dos produtos comercializados — e a credibilidade do produtor no mercado. A ureia é capaz de prover a quantidade de nitrogênio necessária para manter a vitalidade dos frutos e garantir a qualidade deles.

O que pode ser usado no lugar da ureia quando há limitações?

Em cultivos como o arroz irrigado, o nitrogênio via folha consegue tomar o lugar da ureia e potencializar a produtividade desse grão. Nesse caso, o reforço nutricional pode aumentar seu potencial de produção.

Além disso, inibidor de urease e sulfato de amônio geram produtividades parecidas ao fertilizante ureia.

O que evitar na hora de aplicar a ureia no solo?

Mesmo com todos os benefícios que descrevemos, o fertilizante ureia não dispensa alguns cuidados básicos relacionados à sua manipulação. Por isso, podemos fazer algumas recomendações importantes na hora de utilizá-la:

  • durante a aplicação da ureia, não fume, coma ou beba. Deixe para fazer isso depois;
  • não aspire nem fique perto da poeira que vem do fertilizante ureia;
  • evite o contato direto do produto com a pele e os olhos;
  • utilize luvas, máscara e outros equipamentos de proteção na hora de aplicá-la no solo;
  • não a utilize em locais sem ventilação;
  • para assegurar a segurança, siga corretamente as normas de aplicação de cada produto.

Como armazenar o produto?

Tome cuidado com o armazenamento do fertilizante, uma vez que o produto é corrosivo e precisa ficar em um local seco para que não ofereça riscos. Por isso, busque um ambiente seco e de baixa temperatura, com boa ventilação.

Agora que você entendeu como aplicar o fertilizante ureia no solo e as múltiplas vantagens que ele oferece, já poderá utilizá-lo de maneira adequada em suas culturas. Como se não bastasse, o alto teor de nitrogênio é ideal para manter uma produção cheia de vitalidade.

Se quiser ficar informado de outros artigos nossos, curta a página do Broto no Facebook e acompanhe as postagens!

Quer receber nossas novidades e conteúdos?

Cadastre-se e receba por e-mail em primeira mão.

E-mail cadastrado com sucesso
Ops! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, verifique se o captcha está correto.

13 Comentários

    COMO ACIENCIA SE EVOLUI , NOS ANOS 80 , AGENTE USAVA UREIA , DIRETO NO COXO , NO MT. NA SECA …

      Verdade, Elias. O agro tem evoluído com grande velocidade. Obrigado pelo comentário. Abraço do time Broto.

    Olá pessoal da Broto…
    Parabéns pela matéria sobre ureia, me foi bastante útil.
    Pretendo utilizar em meu quintal aonde cultivo algumas verduras e tbm algumas arvores frutíferas…
    Com relação as arvores (todas de pequeno porte), pensei em fazer uns 4 buracos de uns 10 cms de prof. ao redor da arvore, distantes uns 30 centímetros do tronco, pra então aplicar em cada buraco a quantia equivalente a uma colher de sobremesa…
    Agora lhe pergunto, estou agindo certo..?
    Obrigado pela atenção, forte abraço!

      Oi Jairo! Interessante a sua dúvida. Dei uma olhada no site da Embrapa e olha só o que achei: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/17063710/fertilizante-na-medida-certa-em-trigo. Espero que te ajude. Muito obrigado pela sua participação. Abraço e sucesso no seu pomar.

    Achei muito boas as explicações.

    Bom dia, estando eu em dúvida de um adubo com uréia que libera a mesma no momento certo da necessidade da cultura de milho, queria saber se dispensaria a cobertura no solo com a uréia.
    Obrigado.

      Olá, Nivaldo. Recomendamos que converse com um representante da empresa de fertilizantes. Esse profissional poderá orientá-lo com mais precisão, avaliando o seu caso especificamente. Grande abraço!

    quantos porcento de ureia pode ser aplicado no solo

      Oi, Daniel. Como vai? Recomendamos que converse com um representante da empresa fabricante do produto que deseja utilizar. Esse profissional poderá orientá-lo com mais precisão, avaliando o seu caso especificamente. Grande abraço!

    GOSTARIA DE SABER COMO USAR A UREIA PARA RECUPERAR O GRAMADO DE UM CAMPINHO DE FUTEBOL

      Oi, Sandra! Como vai? Interessante a sua dúvida. A recomendação deve ser orientada por uma análise técnica do gramado. O ideal é solicitar a visita de algum técnico da sua região para fazer a análise. Muito obrigado pela sua participação. Abraço e sucesso com o gramado!

    Quanto devo colocar de uréia em cada planta

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.