Tipos de implementos agrícolas

Tipos de implementos agrícolas: como escolher para sua produção?

Não é novidade que a tecnologia impulsiona, significativamente, o desempenho de qualquer negócio. Na agricultura, a realidade não é diferente — o uso de diversos tipos de implementos agrícolas vem se mostrando um dos principais aliados para o aumento da eficiência e da rentabilidade dos agricultores.

No entanto, a integração das ferramentas corretas é uma tarefa um tanto complexa. É preciso conhecer bem as funcionalidades das máquinas e os custos envolvidos em cada operação para evitar prejuízos.

Pensando nisso, elaboramos um post sobre os principais tipos de implementos agrícolas e como definir a opção mais adequada para o seu caso. Boa leitura!

Quais os principais tipos de implementos agrícolas?

Os implementos agrícolas são essenciais para uma produção uniforme e eficiente. No entanto, a garantia de bons resultados vem com a escolha das soluções mais apropriadas. A seguir, confira algumas importantes ferramentas que podem ser utilizadas a seu favor.

Arado

O arado é um implemento que propicia melhores condições de aeração, infiltração, armazenamento de água e fertilização do solo. Ele atua na camada inicial do solo, onde as plantas se desenvolvem.

A esse respeito, o produtor vai encontrar no mercado os arados de discos lisos, que têm melhor aplicabilidade em terrenos mais arenosos. Também há os arados de discos com bordas recortadas, adequados para os solos mais argilosos e com maiores quantidades de palhada, facilitando, assim, a penetração.

Há ainda os arados de aiveca, caracterizados por uma superfície torcida. Eles conseguem elevar, torcer e inverter a leiva, de modo que a incorporação dos restos culturais se torna mais fácil.

Logo, o arado representa uma ótima alternativa para a adubação de cobertura. Lembrando que todos eles são conectados a um trator.

Subsolador

Trata-se de um implemento muito útil para a descompactação do solo. Os subsoladores são indicados para áreas com um grande fluxo de maquinários pesados.

Com o auxílio dessa ferramenta, o produtor consegue diminuir a resistência à penetração das raízes, o escoamento superficial e o tempo de encharcamento. É um recurso bastante utilizado na cultura da cana-de-açúcar.

No geral, o subsolador é o implemento robusto, que depende de grande força de tração. Consequentemente, torna-se uma operação de custo elevado, tendo em vista a necessidade de tratores potentes e o alto consumo de combustíveis.

Por isso, é importante que o produtor avalie a sua real necessidade e o custo-benefício ao implementar esse tipo de operação.

Grades aradoras e niveladoras

É o tipo de implemento agrícola que faz o processo de aração e gradagem ao mesmo tempo, podendo variar de 10 a 15 cm. É um recurso mais utilizado no preparo de solos no Cerrado.

Como mencionado, as grades aradoras e niveladoras têm como finalidade a preparações do solo. Porém, essa não é a sua única finalidade, elas podem ser aplicadas para o destorroamento e a incorporação de adubos, o enterramento de sementes aplicadas a lanço e a inserção de materiais orgânicos.

Semeadoras

As semeadoras são responsáveis por depositar a semente no solo com precisão. Devido à grande evolução tecnológica dessa ferramenta nos últimos tempos, hoje algumas delas são capazes de fazer a adubação diretamente no sulco de plantio enquanto lançam as sementes.

Elas têm um alto grau de precisão, por isso, geram maior produtividade e economia de insumos. Uma ótima escolha para quem está em busca de competitividade.

Pulverizadores

Esses equipamentos têm um papel fundamental na produtividade, proteção e eficiência da sua lavoura. O pulverizador ajuda a manter a plantação livre de pragas, insetos, patógenos, entre outras doenças.

Nesse contexto, o produtor tem à sua disposição o pulverizador atomizador, recomendado para produtos fitossanitários de floricultura, e o pulverizador de barra, utilizado em várias culturas.

Além de aplicar defensivos químicos, os pulverizadores também servem para aplicação de adubos, calcário como corretivo de solo e até mesmo distribuição de ração para peixes em lagos.

Enxadas rotativas

As enxadas rotativas são um tipo de implemento agrícola destinado ao preparo do solo. Elas são bastante comuns no cultivo de hortaliças e flores, mas também têm uma grande utilidade para a incorporação de resto de culturas, fertilizantes e corretivo de solo, bem como para o manejo de ervas daninhas.

É uma ferramenta composta por flandes e lâminas que giram na direção transversal. As enxadas rotativas podem atingir a profundidade de 10 a 20 cm, a depender do tamanho da lâmina que é utilizada.

Ademais, o equipamento ainda permite que as rodas sejam abaixadas para atingir o solo com um pouco mais de profundidade.

Como escolher o implemento agrícola ideal para sua produção?

O tipo da cultura e o tamanho da plantação são fatores determinantes na escolha das máquinas. Isso porque, com essas informações bem definidas, é possível saber o tamanho, a potência e as funções que os maquinários precisam oferecer.

No geral, é comum que os produtores comecem a se interessar pelas soluções de implementos agrícolas quando detectam as seguintes situações:

  • baixa produtividade;
  • falta de escalabilidade;
  • demora na execução das atividades;
  • baixa efetividade das operações etc.

Contudo, a melhor postura é agir proativamente e não esperar algum problema para usar a tecnologia a seu favor.

Outros pontos cruciais nesse momento são as condições do terreno e o potencial econômico da lavoura. Portanto, verifique as condições do solo, as técnicas de manejo e o ciclo de produtivo. O ideal é que o implemento se encaixe bem à capacidade de produção.

Por fim, analise os custos diretos e indiretos envolvidos na ferramenta que pretende adquirir e faça um planejamento de longo prazo para concluir se a medida realmente vale a pena.

A agricultura moderna disponibiliza uma série de recursos e tipos de implementos agrícolas que resultam em vantagem competitiva para o produtor. O objetivo de tais recursos é permitir que se produza cada vez mais, com o mínimo de desperdício.

Então, para obter sucesso na sua estratégia, é fundamental ter autoconhecimento sobre todas as peculiaridades da cultura e terrenos trabalhados. Isso será decisivo para investir corretamente no seu maquinário.

Gostou das dicas? Agora que você já sabe como escolher os implementos de que a sua produção necessita, aproveite para se cadastrar em nosso site e conhecer as soluções oferecidas!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
© Brasilseg Companhia de Seguros - CNPJ: 28.196.889/0001-43 | Av. das Nações Unidas, 14.261, São Paulo-SP, Brasil – CEP: 04794-000