Agronegócio sustentável

Entenda como a tecnologia contribui para um agronegócio sustentável

Em tempos de Agricultura 4.0, o uso de tecnologias aplicadas ao campo tem permitido não apenas safras mais eficientes e de melhor qualidade nos últimos anos, mas também tem agregado uma série de benefícios e vantagens ao meio ambiente, reforçando cada vez mais a ideia de que é totalmente possível e rentável investir no agronegócio sustentável. 

Para entender melhor quais são as propostas, inovações e tendências tecnológicas atreladas ao setor, nós preparamos um post exclusivo, unicamente para abordar e compartilhar algumas ideias e iniciativas de empresas, plataformas e AgTechs já existentes no Brasil. 

Sendo assim, sem alongar muito a introdução, vamos direto aos pontos. Boa leitura! 

Afinal, qual a importância de um agronegócio sustentável? 

Evidentemente que, quando falamos em agronegócio sustentável, a primeira ideia que nos vem à cabeça é a questão ambiental e a preocupação recorrente de conseguir equilibrar produções em larga escala no campo, sem impactar ou influenciar o meio ambiente ao redor. 

E, nesse caso, há muitas iniciativas e produtores conscientes já fazendo o seu papel no Brasil, com ações envolvendo o uso de energia limpa, práticas de preservação do solo, rios e nascentes, recuperação de áreas degradadas, projetos socioambientais, tratamento de dejetos, entre outros exemplos. 

Porém, é importante ressaltar aqui que o agronegócio sustentável não traz impactos positivos apenas para o meio ambiente. Pelo contrário! Práticas como as sugeridas acima — além de muitas outras — tendem a proporcionar benefícios incontáveis à produção e ao produtor, como redução de custos, maior eficiência produtiva, safras de melhor qualidade, compromisso com a legalidade etc. 

Como a tecnologia tem permitido um agronegócio mais sustentável? 

São inúmeras as tecnologias e iniciativas aplicadas ao campo hoje. Sem dúvidas, elas têm contribuído para uma agricultura mais moderna, eficiente e com menos efeitos colaterais para a natureza e para os consumidores.

A ideia de Agricultura 4.0 já é uma realidade em diversas áreas do agronegócio brasileiro, e o uso de diferentes tecnologias tem proporcionado, cada vez mais, a otimização da gestão e produção agrícola em variados estágios, desde o advento de ferramentas e maquinários até a aplicação de conceitos e boas práticas de sustentabilidade.

Para exemplificar melhor algumas dessas soluções já existentes no setor agropecuário e seus impactos positivos para o campo e para a economia nacional, nós preparamos uma pequena lista a seguir. Confira! 

Polinização assistida 

Quem atua com agricultura, certamente já ouviu sobre assuntos relacionados à redução ou até mesmo ao desaparecimento de espécies de abelhas por conta de mudanças climáticas, impactos ambientais ou uso de determinados agrotóxicos. 

Esse tema é de suma importância e tem influência direta no futuro da agricultura. Afinal, sem a devida polinização, diversos alimentos poderiam deixar de chegar à mesa do consumidor e, em casos mais extremos, até mesmo deixar de existir. 

Por outro lado, tecnologias e iniciativas inovadoras, como as propostas pela AgroBee no Brasil, têm permitido introduzir comunidades de abelhas nas fazendas, aumentando assim o papel desses animais na polinização natural de frutos diversos. 

Na prática, essa técnica de polinização assistida oferece resultados expressivos para a produção de alimentos e, ao mesmo tempo, reduz a necessidade de insumos, água e até mesmo da expansão de novas áreas de produção, além de diminuir a emissão de carbono nas fazendas. 

Dispositivos para avaliação climática e do solo 

Outro exemplo de tecnologia aplicada ao agronegócio sustentável são os dispositivos de monitoramento climático e de informações do sistema solo-planta-atmosfera.

É o caso do dispositivo FieldPRO, uma ferramenta de agricultura de precisão que permite avaliar condições climáticas do solo e da planta, realizando o acompanhamento completo de seus hectares. 

Tudo isso permite saber com a devida antecedência o melhor momento e local para fazer seus plantios, irrigações e colheitas, além de reduzir custos, desperdícios e consumo de insumos desnecessários em suas produções. 

Rastreamento de pulverizações aéreas 

Diversos produtores perdem produtividade e, muitas vezes, nem têm conhecimento sobre os reais impactos de suas pulverizações aéreas, justamente por falta de controle e de rastreabilidade dos processos. 

No entanto, hoje, existem diversas soluções tecnológicas para otimizar essa gestão e conseguir rastrear toda a operação, tornando-a muito mais eficiente, econômica e com menos efeitos para o meio ambiente. 

Um exemplo desse tipo de tecnologia existente no Brasil é o Perfect Flight, um sistema avançado e altamente eficaz para a gestão e rastreio das operações de pulverização aérea na agricultura.

Com maior controle e monitoramento, as fazendas passam a reduzir custos com combustíveis e defensivos, evitam a aplicação em locais restritos e tornam seus processos muito mais precisos e sem erros. 

Monitoramento por satélite 

Hoje, é totalmente possível controlar e monitorar suas produções de forma simples, prática e estratégica. Muito disso se dá graças ao advento de tecnologias de monitoramento via satélite na agricultura, como é o caso da ferramenta WARUM

Trata-se da maior plataforma do tipo. Entre suas inúmeras funções destaca-se a possibilidade de acompanhamento e diagnóstico de toda a lavoura. Na prática, isso permite, por exemplo, criar alertas de plantio, análises meteorológicas, ajustes de aplicações como nitrogênio, potássio e fósforo etc. 

Plataformas de relacionamento com comunidades e outras atividades 

Com destaque para a GeoApis, atualmente há diversas plataformas de relacionamento digital relacionadas ao agronegócio, que visam interconectar comunidades e produtores para promover o uso diversificados de culturas e territórios com uma visão mais coletiva e compartilhada. 

Conceitos como agroflorestas, apicultura sustentável e práticas de incentivos comunitários entre moradores e produtores da região são algumas iniciativas propostas nesse tipo de ferramenta. 

Na prática, além de criar um relacionamento mais harmonioso entre produtores e comunidades ao entorno, essa tecnologia melhora a intercomunicação local e fomenta trabalhos em conjunto, agregando assim práticas socioambientais, sustentabilidade, responsabilidade e também ganhos mútuos. 

Em resumo, esses são alguns exemplos de tecnologias aplicadas ao campo e que têm reforçado a ideia de que é possível sim investir em um agronegócio sustentável, moderno e responsável. Além disso, essas ferramentas têm provado cada vez mais que não se limitam apenas a alternativas para adequação e cumprimento de boas práticas, mas que também proporcionam ganhos diretos e aumentam a produtividade de processos e resultados. 

Gostou das dicas? Quer ficar por dentro de muitas outras novidades, tendências e, claro, oportunidades para tornar sua fazenda ainda mais eficiente, sustentável e moderna? Então, cadastre-se no Broto e faça parte da mais inteligente plataforma de agronegócio do Brasil. 

Quer receber nossas novidades e conteúdos?

Cadastre-se e receba por e-mail em primeira mão.

E-mail cadastrado com sucesso
Ops! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, verifique se o captcha está correto.

2 Comentários

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.