Seguro rural

Seguro rural: confira as principais informações sobre o assunto

O seguro rural constitui uma das mais importantes ferramentas de política agrícola. Por sua vez, é a maneira mais direta de trazer segurança e tranquilidade para o produtor com relação à sua propriedade e ao seu patrimônio rural.

As construções, equipamentos, máquinas agrícolas e lavouras, entre tantos outros bens, precisam estar assegurados na ocorrência de um sinistro (evento em que o bem segurado sofra um acidente ou prejuízo material). Conhecer esse tipo de seguro é essencial ao produtor previdente garantir a continuidade de seu agronegócio.

Continue a leitura e confira as principais informações sobre o seguro rural!

Quais os principais tipos de seguro rural?

O seguro rural é uma forma de dar proteção ao patrimônio do produtor e ao seu esforço na gestão para garantir atividades agrícolas e pecuárias eficientes, com produtividades sempre melhores. Para que se constitua nesse suporte ao agronegócio, o seguro rural oferece produtos para as diversas situações da produção.

Seguro agrícola

O seguro agrícola protege a lavoura contra perdas causadas por eventos climáticos como seca, chuvas excessivas, granizo, geada, incêndio, entre outros. A cobertura se encerra com a colheita da lavoura ou no término da vigência da apólice. Deve-se observar, no entanto, que neste seguro não há cobertura contra pragas e doenças que afetem a lavoura. Além disso, a proteção é destinada às culturas plantadas e conduzidas de acordo com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC), publicado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Seguro pecuário faturamento

No seguro pecuário faturamento, sempre que, por motivos de morte de animais ou redução no valor da arroba, o faturamento obtido com o rebanho for menor do que aquele garantido na apólice, o produtor é indenizado. Além disso, caso secas ou incêndios inviabilizem a pastagem, a indenização é paga proporcionalmente à área afetada.

Seguro aquícola

O seguro aquícola é voltado para a proteção de animais aquáticos em cativeiro, mais comumente por meio de riscos nomeados (o produtor nomeia a cobertura que vai contratar). De modo geral, a modalidade inclui indenização por morte provocada por tempestades, deslizamentos, doenças e outros riscos naturais.

Seguro de benfeitorias, máquinas, equipamentos e produtos agropecuários

Uma das principais proteções para o patrimônio do produtor rural, esse seguro é a garantia de poder dar continuidade à sua atividade diante de situações de sinistro sobre os seus bens. Assim, estão protegidos tanto benfeitorias como produtos armazenados não apresentados como garantia em operações de crédito.

A proteção oferecida garante todo o patrimônio dentro dos limites da fazenda nas situações de perdas provocadas por incêndio, raios, explosão, ventos fortes, desmoronamento, impactos por qualquer veículo, furtos e roubos. Podem ser cobertos os bens relacionados às atividades agrícola e pecuária, mas também aquícola e florestal.

Dessa forma, as construções, os equipamentos fixos e as instalações, os veículos, as máquinas e seus respectivos implementos, além da produção depois de colhida ou estocada, estão protegidos. É a segurança que o produtor precisa para produzir com tranquilidade.

Ainda devem ser consideradas as coberturas para os riscos de colisão, abalroamento, capotagem ou quedas acidentais, qualquer que seja a causa, não se entendendo como tais a simples quebra ou falha mecânica. Nesse sentido, considera-se simples quebra qualquer evento ocorrido com o bem segurado que não seja relacionado direta ou indiretamente a um acidente.

Seguro de penhor rural

Quando o produtor faz um financiamento, ele costuma dar como garantia um bem relacionado à atividade rural que desenvolve. O seguro de penhor rural é uma maneira de preservar esses bens caso sejam atingidos por situações como:

  • queda de raio;
  • chuva excessiva, tromba d’água ou granizo;
  • vendaval, ciclone, furacão, tornado;
  • inundação ou alagamento;
  • incêndio acidental;
  • explosão de qualquer natureza e origem; 
  • impacto de veículos de qualquer espécie;  
  • queda de aeronave;
  • desmoronamento total ou parcial de construção;
  • tremores de terra oficialmente identificados;
  • roubo ou furto qualificado;
  • deterioração de mercadorias em ambientes sob refrigeração;
  • combustão espontânea.

Seguro de florestas

O seguro de florestas visa proteger espécies plantadas para fins comerciais, como pínus, eucalipto, teca, seringueira, entre outras, contra as perdas decorrentes de eventos climáticos, raios e incêndios. O custo do seguro é definido de acordo com a espécie segurada, idade e localização da floresta.

Seguro de vida do produtor rural

O seguro de vida do produtor rural tem por objetivo amortizar ou quitar as dívidas oriundas de operações de crédito rural realizadas. O beneficiário desse seguro é o agente do financiamento e a duração da proteção é o período do financiamento.

Como funciona o seguro rural?

Primeiramente, o seguro rural pode ser contratado por uma empresa (pessoa jurídica) ou pelo produtor em seu próprio nome (pessoa física). Sua contratação se faz geralmente com o produtor assistido por um parceiro que facilita os trâmites com a seguradora.

Embora não haja restrições quanto ao tamanho da propriedade, a natureza da produção rural define alguns aspectos próprios que caracterizam os riscos e acabam por definir os custos. Nesse caso, são variáveis importantes, entre outras:

  • a região onde se localiza a propriedade;
  • o tipo de cultura ou de atividade rural desenvolvida;
  • o zoneamento agrícola de risco climático para a região;
  • a produtividade esperada;
  • as condições de manejo.

Com os dados em mãos, uma grande solução é proceder a uma simulação do seguro. O parceiro que assessora o produtor poderá ser de grande valia se dispuser de um simulador para esse fim.

Quais as vantagens de se contar com um seguro rural?

A importância do seguro rural é indiscutível. Sua contratação, no entanto, pode oferecer algumas vantagens que merecem destaque:

  • é um produto de fácil contratação;
  • com um simulador e apenas algumas informações básicas se obtém o preço do seguro;
  • possui uma ampla gama de coberturas para as diversas necessidades do produtor;
  • oferece a possibilidade de segurar vários bens da propriedade rural;
  • o seguro agrícola é isento de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Como fazer uma simulação de seguro rural?

A simulação do seguro rural é um grande facilitador da tecnologia para o produtor que, informando as características da produção e suas necessidades, já obtém o valor da contratação.

Para esse fim, considere como seu grande parceiro o Broto. Em nosso site, você pode simular o plantio dentro do ZARC e simular e contratar o seguro para o seu patrimônio rural.

Como você pôde ver, o seguro rural é uma excelente maneira de conseguir a tranquilidade necessária para produzir no campo e ao mesmo tempo garantir a proteção do patrimônio rural.

Entre em contato conosco e descubra as soluções que o Broto oferece para a proteção de seu patrimônio rural!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
© Brasilseg Companhia de Seguros - CNPJ: 28.196.889/0001-43 | Av. das Nações Unidas, 14.261, São Paulo-SP, Brasil – CEP: 04794-000