meteorologia de precisão

Por que adotar a meteorologia de precisão na sua fazenda?

Com a utilização cada vez mais acentuada da tecnologia no agronegócio, muitas ferramentas têm sido desenvolvidas para ajudar produtores a melhorar a produtividade, cortar desperdícios e reduzir os gastos gerais com a propriedade.

Além disso, algumas soluções também são excelentes para proporcionar dados para que produtores tomem decisões mais acertadas. Entre essas tecnologias, a meteorologia de precisão é uma das que mais se destacam.

Ela lida com algo que influencia produtores de um modo geral: o monitoramento das condições climáticas. Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre o conceito, as vantagens da tecnologia e como adotar um sistema desse tipo. Acompanhe conosco!

O que é a meteorologia de precisão?

Para entender melhor, antes precisamos falar sobre como ocorre o processo de monitoramento meteorológico. Os resultados dessa ciência se baseiam em modelos numéricos precisos.

Assim, um computador analisa dados coletados por satélites e estações meteorológicas e, por meio de alguns cálculos, consegue estimar como estará o tempo nos próximos dias e semanas.

Contudo, essa previsão levava em conta modelos que consideravam “pontos de coleta” (isto é, locais que serviriam de exemplo para a análise dos computadores) muito distantes entre si. Dessa forma, a probabilidade de erros no modelo aumentava.

Felizmente, o avanço da tecnologia otimizou esse monitoramento, tornando possível analisar pontos de coleta com distâncias menores e até mesmo monitorar áreas isoladas em fazendas. A meteorologia de precisão é, inclusive, um exemplo da chamada agricultura 4.0, na qual a tecnologia se tornou indispensável.

Com a possibilidade de analisar locais específicos, produtores que adotam essa tecnologia passaram a tomar decisões mais precisas. Afinal, eles passaram a contar com informações mais confiáveis sobre o monitoramento meteorológico em suas áreas de atuação.

A meteorologia de precisão funciona por meio de softwares desenvolvidos com tecnologia de ponta. Em suma, ela proporciona o entendimento sobre como será o comportamento não só de chuvas, mas também dos ventos e outros aspectos meteorológicos que influenciam na produção rural.

Quais são os benefícios para produtores?

Para produtores, as chuvas podem significar tanto boas como más notícias. Afinal, uma tempestade incontrolável pode acabar danificando o solo, mas um volume moderado de água pode representar a salvação da lavoura.

Antes da meteorologia de precisão, não era possível ter uma ideia mais exata: produtores apenas saberiam que choveria e pronto. Citamos esse exemplo para exemplificar como essa tecnologia facilitou o planejamento. Agora, vamos apresentar outros benefícios importantes.

Diminuição de riscos para a lavoura

Entender como será a condição climática em cada ponto da fazenda diminui os riscos para produtores. Depois de um período de estiagem, eles podem se animar com a notícia de que uma chuva está vindo, por exemplo. No entanto, antes da meteorologia de precisão, não era possível entender como cada região da propriedade seria afetada.

Já com as soluções tecnológicas, será possível ter uma ideia do volume previsto de água e se ele será suficiente para germinar as sementes. Assim, é possível reduzir os gastos ao escolher os locais certos para germinar.

Menos danos ao solo

Determinados produtos agrícolas, como alguns defensivos, são aplicados diretamente pelo solo. Quando chove, esses insumos são espalhados pela chuva, o que pode gerar consequências negativas para o solo — com o perigo de até torná-lo impróprio para plantio.

Desse modo, entender de maneira precisa como estará o tempo no dia da utilização de determinados produtos é fundamental para garantir um solo sempre fértil, em diferentes áreas da fazenda.

Tomada de decisão mais precisa

Ao adotar uma solução desse tipo, será possível analisar a meteorologia apropriada para cada parte da fazenda. Assim, as decisões serão mais acertadas, uma vez que será possível separar cada canto da propriedade e definir as ações específicas para aquele local.

Caso seja necessário realizar o plantio de uma determinada cultura, por exemplo, basta checar o programa e verificar se as condições climáticas serão propícias para isso. Do mesmo modo, caso haja uma forte suspeita de chuva forte, pode-se adiar o manejo do solo.

Redução de perdas e desperdícios

Com uma solução dedicada à meteorologia de precisão, há uma diminuição significativa nas perdas de insumo, assim como a redução dos desperdícios. Isso porque será possível focar as ações, de maneira bem mais localizada.

Um exemplo: imaginemos que haja, na sua fazenda, a necessidade de realizar uma pulverização de um determinado defensivo agrícola. Contudo, por esse produto custar caro, você não quer desperdiçar nada na hora de aplicá-lo.

Com a meteorologia de precisão, será possível aplicá-lo diretamente nas áreas para as quais não estejam previstas chuvas fortes, por exemplo — que ocasionariam o desperdício. Assim, não há lixiviação nem perda de um insumo caro.

Ainda em relação ao desperdício e aos gastos desnecessários, será possível focalizar os trabalhos. Caso um produtor escolha uma semana para pulverizar defensivos em toda a propriedade, mas não cheque as condições climáticas de cada recanto da sua propriedade, ele corre o risco de desperdiçar o insumo nas áreas que sejam atingidas por uma tempestade.

Como adotar a meteorologia de precisão na fazenda?

Na loja do Broto, é possível encontrar soluções ideais para produtores que querem modernizar as suas lavouras. Uma delas é a Smart Insite, da Farmers Edge, que possibilita o acompanhamento de culturas e agricultura digital por meio de um conjunto completo de ferramentas virtuais para monitorar a lavoura durante a safra.

Outra solução eficiente é o Arable Mark 2, que coleta dados do clima e da cultura, garantindo que sejam usados para mensurar o intervalo de pulverizações, a periodicidade da irrigação, assim como o gerenciamento de pragas e doenças.

A FieldPRO é mais um sistema capaz de oferecer dados sobre o clima, ajudando a reduzir desperdícios e mitigar riscos causados pelas mudanças climáticas. Assim, podemos dizer que produtores têm um amplo leque de ótimas opções.

Isso porque todas essas tecnologias aprimoram as decisões agronômicas, por meio de dados precisos centrados no campo. Além disso, funcionam com base em análises e modelagens preditivas, ajudando produtores a modernizar os processos da própria fazenda.

Como vimos no artigo, a meteorologia de precisão é mais um acerto na integração entre soluções digitais e agronegócio. Ela funciona como uma espécie de radiografia da fazenda, proporcionando dados atualizados e bem embasados para melhorar a tomada geral de decisão e cortar gastos desnecessários.

A meteorologia de precisão faz parte de um conceito mais amplo: a agricultura de precisão. Nossa loja tem tudo que você precisa nesse sentido. Então, faça uma visita agora mesmo!

Quer receber nossas novidades e conteúdos?

Cadastre-se e receba por e-mail em primeira mão.

E-mail cadastrado com sucesso
Ops! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, verifique se o captcha está correto.

2 Comentários

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.