epi agrícola

Veja quais os principais tipos de EPI agrícola e como usá-los corretamente

O Equipamento de Proteção Individual (EPI) constitui uma ferramenta de cuidado com a saúde e a segurança do trabalhador. Na propriedade rural, o EPI agrícola cumpre o mesmo papel, propiciando a necessária proteção nas diversas situações de risco existentes no trabalho do campo.

Para a adequada gestão da propriedade, é importante conhecer as diferentes necessidades, assim como a responsabilidade do produtor consigo e com os empregados da fazenda. Alguns EPIs são específicos, enquanto outros podem ser de uso mais generalizado.

Continue a leitura e veja quais os principais tipos de EPI agrícola e como usá-los corretamente.

Qual a importância do uso de EPI agrícola?

Um equipamento de proteção individual tem no próprio nome sua razão de ser: proteger o trabalhador das diversas possibilidades de risco à sua integridade física e à sua saúde durante os trabalhos. No ambiente agrícola, a regra é a mesma, apesar de algumas situações serem mais comuns às atividades rurais.

Esse cuidado é tão importante que a própria legislação de saúde e segurança do trabalho determina o que precisa ser feito. Assim, existem exigências normativas para as situações em que se aplica a necessidade do uso, assim como determinações para o próprio EPI, seu fabricante e seu fornecedor.

Nesse sentido, a Norma Regulamentadora 31 (NR 31), do Ministério do Trabalho e Previdência, apresenta um elenco de responsabilidades que devem ser assumidas pelo empregador, assim como pelo trabalhador rural. Da mesma forma, a Norma Regulamentadora 6 (NR 6) traz especificações para a produção, a comercialização e a utilização de EPI.

Assim, para cumprir com as determinações da legislação pertinente ou para garantir os menores riscos possíveis nas tarefas agrícolas, a utilização dos EPIs agrícolas é indispensável. O empregador deve fornecer e garantir que seu pessoal esteja fazendo o uso adequado do equipamento, enquanto o trabalhador deve seguir as orientações fornecidas.

Quais são os principais tipos de EPI para as atividades agrícolas?

As atividades no campo, de modo geral, vão exigir proteção para mãos e pés, assim como para os olhos. No trabalho de preparo de caldas e aplicação de defensivos agrícolas, será necessário ainda contar com macacão próprio, máscara e respirador, entre outros. Veja a seguir os principais EPIs para essas atividades.

Para atividades diversas no campo

De maneira geral, as tarefas no campo envolvem situações cujo descuido pode colocar em risco a segurança ou a saúde do trabalhador. Dessa forma, seja pela exposição excessiva ao sol ou pelo trabalho em condições de muita poeira, alguns EPIs são indicados para a respectiva proteção como apresentado a seguir:

  • óculos de segurança: para a proteção dos olhos contra poeiras e impactos de partículas; devem estar bem ajustados;
  • luva de segurança: para proteção das mãos contra atritos e cortes principalmente; devem ser de tamanho adequado para cada trabalhador;
  • calçado de segurança: para proteção dos pés, especialmente nas atividades feitas a pé; não podem apertar os pés;
  • máscara contra poeira: assim como os olhos, a respiração deve ser protegida do excesso de pó ocorrente em algumas atividades rurais, como o preparo de solo.

Para aplicação de defensivos

O preparo de caldas e a aplicação de defensivos agrícolas estão entre as atividades para as quais a utilização de diversos EPIs é necessária. Acompanhe as indicações de cada um:

  • macacão: o macacão completo com gorro pode substituir a necessidade de calças e jalecos extras; são produzidos em material próprio para a atividade e cobrem todo o corpo;
  • boné árabe: é um boné com aba para proteção, em especial, da incidência de raios solares na nuca e no couro cabeludo, em praticamente todas as atividades no campo;
  • avental: deve ser de material resistente a solventes orgânicos e ajuda a proteger o contato do corpo com os respingos e o escorrimento de calda;
  • máscara ou viseira facial: máscara integrada ao respirador ou viseira facial têm funções semelhantes e dependem do tipo de produto e da aplicação que estiver sendo realizada;
  • respirador: o respirador deve ser específico para o tipo de aplicação e de produto empregado, pois opera com filtros diferentes e próprios para cada situação;
  • luva de segurança: assim como nos trabalhos gerais, a aplicação de defensivos acrescenta ainda a necessidade de que sejam impermeáveis, havendo modelos diversos para esse fim;
  • bota de segurança: da mesma forma, a bota de segurança deve ser de borracha e de cano longo para evitar contato com o produto que está sendo aplicado.

Para situações específicas

Algumas situações mais específicas, em razão do tipo de atividade desenvolvida na propriedade, podem requerer a utilização de determinado EPI para eliminação ou minimização do risco existente. Ainda que não sejam atividades exclusivamente agrícolas, costumam ocorrer no campo. Conheça os mais comuns:

  • protetor auditivo: representa proteção para os ouvidos quando trabalhando em ambiente com a presença de ruídos constantes ou de elevado volume, como no caso de alguns equipamentos e atividades mecanizadas;
  • capacete: algumas atividades de manutenção ou de construção de instalações rurais podem requerer a utilização de proteção contra impactos na cabeça;
  • cinturão de segurança: para a realização de trabalhos em altura; existem outros equipamentos para esse mesmo fim.

Como devem ser utilizados e quais os principais cuidados a observar?

Cada EPI possui um cuidado na sua utilização para que seja efetivo na proteção que deve proporcionar. É importante que o trabalhador seja capacitado para o seu emprego e, além disso, bem orientado quanto aos riscos inerentes à atividade que vai executar.

Cabe ao trabalhador cuidar do seu equipamento e mantê-lo em condições de uso enquanto estiver com ele. Qualquer dano deve ser informado imediatamente para que seja providenciada a manutenção necessária, quando pertinente, ou sua substituição.

Desse modo, limpar, lavar ou descartar são ações que podem ser indispensáveis, dependendo do tipo de EPI utilizado na tarefa realizada. De todo modo, será sempre importante ressaltar a necessidade do emprego correto do equipamento de proteção individual em qualquer atividade que o requeira.

Como você pode ver, o EPI agrícola pode ser necessário em diversas atividades realizadas na propriedade rural, tanto na produção como na manutenção de instalações, máquinas e equipamentos, sempre com foco na proteção do trabalhador e no cumprimento das exigências normativas aplicáveis.

Garanta a boa informação para o exercício sua atividade agrícola de forma eficiente e segura: assine nossa newsletter e receba nossos artigos e outras novidades.

Quer receber nossas novidades e conteúdos?

Cadastre-se e receba por e-mail em primeira mão.

E-mail cadastrado com sucesso
Ops! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, verifique se o captcha está correto.

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.